26/06/2008

Vamos Ajudar!

O João Maria, tem 21 anos e é pintor. Neste momento tem cataratas e por isso necessita ser operado aos olhos. Mas a Médis informou que o seguro não cobre esta operação pois o João tem um cromossoma 21 a mais...inacreditável não é?
Obriguemos a Médis a fazer o que é correcto, enviando uma reclamação para o seguinte mail: uac.medis@millenniumbcp.pt

Aproveitem e visitem o blog do João Maria aqui.


E agora mãos á obra :)

8 comentários:

Patti disse...

Vamos espalhar todos a ideia, a imagem e a mensagem.
Boa iniciativa!
Bjs :):):)

LeniB disse...

contem comigo!!!
bjs

paulofski disse...

Já deixei umas simples palavras de apoio ao João.

Vamos dizer umas verdades a esses senhores da Mérdis.

A maquinista disse...

Obrigada! :D

Anónimo disse...

Não o fiz no Blog, mas socorri-me de outras estratégias de divulgação. Se há situações que me rasgam as entranhas, esta é seguramente uma delas.

Um abraço
Michael C.

Olá!! disse...

Conforme tinha dito, vou levar a foto e colocar lá no meu cantinho.

Valeu Ka :)))
Beijossssssss

Ka disse...

Amigos,

Se passasrmos palavra podemos fazer a diferença :)

Obrigada por aderirrem á ideia da imagem!

Beijinhos e uma excelente 6ª feira

JOAO MARIA disse...

AINDA OS SEGUROS
Quando Joao ha talvez uns 15 anos fez seguro na medis, ,a seguradora nunca pediu exames de Joao , nem nunca pediram para ser visto por um medico, indicado pela seguradora.
Todos sabem, que num credito á habitaçao, por exemplo,os bancos exigem seguro de saudes e exigem varios exames.
Existem familias, com criança com problemas, sejam deficientes ou outros atrasos.A estas familias segundo tenho visto as companhias , fazem seguros de saude a toda a familia, MENOS A ESSA CRIANÇA!
Existe desde 2006, uma lei que proibe as seguradoras de fazerem descriminaçao.
E as seguradoras continuam com a mesma postura, nao aceitar segurar a criança!

Julgo que as companhias, nestes casos poderia requerer exame medico a essa criança, e a partir daí , dizer as restricçoes, qual seria o premio de seguro (certamente mais alto).
Talvez com a noticia no Sol , as companhias possam repensar, e passar a fazer seguros a estas crianças.

Já o facto de uma familia ter uma criança deficiente, obriga a familia a ter mais restricçoes e mais gastos., por exemplo uma criança ter um seguro o que ja por si seria mais caro.
Existem varios paises que as coisas nao acontecem assim..

Joao vai ser operado , num hospital publico sem seguradoras, mas gostaria de ver as seguradoras , passarem a fazer seguros a estas crianças.

Postado por JOAO MARIA às Domingo, Junho 29, 2008
obrigado ka