31/12/2007

BOM ANO DE 2008!!!

Nunca fui muito adepta de passagens de ano. Sempre me irritou (e ainda continua a irritar) a obrigação que existe de nesta noite em particular termos de estar bemdispostos e divertirmo-nos. Portanto ou se proporciona ou programa engraçado porque neste dia estou para aí virada ou então é um dia normal para mim. Habitualmente faço as minhas reflexões nas férias, por alturas do verão, e este ano não foi excepção.
No entanto e por algumas circunstâncias extraordinárias este ano vi-me a fazer uma reflexão sobre este último ano e sobre o ano que começa dentro de horas.
Acima de tudo desejo saúde, paz e renovação (muita!!).

O ano novo que venha que estou aqui à espera porque ando cá para ser feliz (ok ok já sei que dá um trabalhão incrível mas não tenciono desistir :))) ) e amanhã é o primeiro dia do resto da minha vida!
Bom ano para todos e em especial para os meus queridos amigos blogosféricos que têm sido importantes para mim :)
ps - E aproveitem pois a vida é bela e é para ser vivida!!

30/12/2007

Pensamento do dia

"O insucesso é apenas uma oportunidade para recomeçar de novo com mais inteligência."
Henry Ford

Porque nada como um ano a terminar para recomerçarmos TUDO de novo...

26/12/2007

Quase

Um pouco mais de sol - eu era brasa,
Um pouco mais de azul - eu era além.
Para atingir, faltou-me um golpe de asa...
Se ao menos eu permanecesse aquém...

Assombro ou paz? Em vão... Tudo esvaído
Num grande mar enganador de espuma;
E o grande sonho despertado em bruma,
O grande sonho - ó dor! - quase vivido...

Quase o amor, quase o triunfo e a chama,
Quase o princípio e o fim - quase a expansão...
Mas na minhalma tudo se derrama...
Entanto nada foi só ilusão!

De tudo houve um começo ... e tudo errou...
- Ai a dor de ser - quase, dor sem fim...
Eu falhei-me entre os mais, falhei em mim,
Asa que se elançou mas não voou...

Momentos de alma que desbaratei...
Templos aonde nunca pus um altar...
Rios que perdi sem os levar ao mar...
Ânsias que foram mas que não fixei...

Se me vagueio, encontro só indícios...
Ogivas para o sol - vejo-as cerradas;
E mãos de herói, sem fé, acobardadas,
Puseram grades sobre os precipícios...

Num ímpeto difuso de quebranto,
Tudo encetei e nada possuí...
Hoje, de mim, só resta o desencanto
Das coisas que beijei mas não vivi...

Um pouco mais de sol - e fora brasa,
Um pouco mais de azul - e fora além.
Para atingir faltou-me um golpe de asa...
Se ao menos eu permanecesse aquém...

Listas de som avançam para mim a fustigar-me
Em luz.
Todo a vibrar, quero fugir... Onde acoitar-me?...
Os braços duma cruz
Anseiam-se-me, e eu fujo também ao luar...
(Mário de Sá-Carneiro)

Porque normalmente o quase não chega...

23/12/2007


Um santo natal para todos, com saúde e paz e na companhia de todos os que vos são queridos.
Ps - Porque por aqui o natal ainda é a celebração do nascimento de Jesus!

21/12/2007

Tenham um bom dia!




"Roubado" à Paula a quem agradeço!!!


Porque é sempre bom rirmos nem que sejam 5 minutos num dia :)

19/12/2007

Excerto III de "A noite de natal"

[...]

«Como hei-de encontrar o caminho?», perguntava ela.
E levantou a cabeça.
Então viu que no céu, lentamente, uma estrela caminhava.
E começou a seguir a estrela.
Até que penetrou no pinhal. Então num instante as sombras fizeram uma roda à sua volta.

[...]

Já no meio do pinhal pareceu-lhe ouvir passos.
«Será um lobo?», pensou.
Parou para escutar. O barulho dos passos aproximava-se. Até que viu surgir entre os pinheiros um vulto muito alto que caminhava ao seu encontro.
«Será um ladrão?», pensou.
Mas o vulto parou à sua frente e ela viu que era um rei. Tinha na cabeça uma coroa de oiro e dos seus ombros caía um longo manto azul todo bordado de diamentes.
- Boa noite - disse Joana.
- bom noite - disse o rei -. Como te chamas?
- Eu, Joana - disse ela.
- Eu chamo-me Melchior - disse o rei.
E perguntou:
- Onde vais sozinha a esta hora?
- Vou com a estrela - disse ela.
- Também eu - disse o rei -, também eu vou com a estrela.
E juntos seguiram através do pinhal.
E de novo Joana ouviu passos. E um vulto surgiu entre as sombras da noite.
Tinha na cabeça uma coroa de brilhantes e dos seus ombros caía um grande manto vermelho coberto de muitas esmeraldas e safiras.
- Boa noite - disse ela -. Chamo-me Joana e vou com a estrela.
- Também eu - disse o rei -, também eu vou com a estrela e o meu nome é Gaspar.
E seguiram juntos através dos pinhais.
E mais uma vez Joana ouviu um barulho de passos e um terceiro vulto surgiu entre as sombras azuis e os pinheiros escuros.
Tinha na cabeça um turbante branco e dos seus ombros caía um longo manto verde bordado de pérolas. A sua cara era preta.
- Boa noite - disse ela. - O meu nome é Joana. E vamos com a estrela.
- Também eu - disse o rei - caminho com a estrela e o meu nome é Baltasar.

[...]

Até que chegaram ao lugar onde a estrela tinha parado e Joana viu um casebre. Mas não viu escuridão, nem sombra, nem tristeza. Pois o casebre estava cheio de claridade, porque o brilho dos anjos o iluminava.
E Joana viu o seu amigo Manuel. Estava deitado nas palhas entre a vaca e o burro e dormia sorrindo.

[...]
Sophia de Mello Breyner, in A Noite de Natal

17/12/2007

Excerto II de "A noite de natal"

A Festa
[...]

A casa ficou silenciosa. Tinham ido todos para a Missa do Galo, menos a velha Gertrudes, que estava na cozinha a arrumar as panelas.
E Joana foi à cozinha. Era boa altura para falar com a Gertrudes.
- Bom Natal, Gertrudes - disse Joana.
- Bom Natal - respondeu Gertrudes.
- Gertrudes, aquilo que disseste antes do jantar é verdade?
- O que é que eu disse?
- Disseste que o Manuel não ia ter presentes de Natal porque os pobres não têm presentes.
- Está claro que é verdade. Eu não digo fantasias: não teve presentes, nem árvore do Natal, nem peru recheado, nem rabanadas. Os pobres são pobres. Têm pobreza.
- Mas então o Natal dele como foi?
- Foi como nos outros dias.
- E como é nos outros dias?
- Uma sopa e um bocado de pão.
- Gertrudes, isso é verdade?
- Está claro que é verdade. Mas agora era melhor que a menina se fosse deitar porque estamos quase na meia-noite.
- Boa noite - disse Joana. E saiu da cozinha.
Subiu a escada e foi para o seu quarto. Os seus presentes de Natal estavam em cima da cama. Joana olhou-os um por um. E pensava:
- Uma boneca, uma bola, uma caixa de tintas e livros. São tal e qual os presentes que eu queria. Deram-me tudo o que queria. Mas ao Manuel ninguém deu nada.
E sentada na beira da cama, ao lado dos presentes, Joana pôs-se a imaginar o frio, a escuridão e a pobreza. Pôs-se a imaginar a noite de Natal naquela casa que não era bem uma casa, mas um curral de animais.
«Que frio deve lá estar!», pensava ela.
«Que escuro lá deve estar!», pensava ela.
«Que triste lá deve estar!», pensava.
E começou a imaginar o curral gelado e sem nenhuma luz onde o Manuel dormia em cima das palhas, aquecido só pelo bafo de uma vaca e de um burro.
-Amanhã vou-lhe dar os meus presentes - disse ela.
Depois suspirou e pensou:
«Amanhã não é a mesma coisa. Hoje é que é a Noite de Natal.»
Foi à janela, abriu as portadas e através dos vidros espreitou a rua. Ninguém passava. O Manuel estava a dormir. Só viria na manhã seguinte. Ao longe via-se uma grande sombra escura: era o pinhal.
Então ouviu, vindas da Torre da Igreja, fortes e claras, as doze pancadas da meia-noite.
«Hoje», pensou Joana, «tenho de ir hoje. Tenho de ir lá agora, esta noite. Para que ele tenha presentes na Noite de Natal».
Foi ao armário, tirou um casaco e vestiu-o. Depois pegou na bola, na caixa de tintas e nos livros. Apetecia-lhe levar também a boneca, mas ele era um rapaz
e com certeza não gostava de bonecas.
Pé ante pé Joana desceu a escada. Os degraus estalaram um por um. Mas na cozinha a Gertrudes fazia muito barulho a arrumar as panelas e não a ouviu.
Na sala de jantar havia uma porta que dava para o jardim. Joana abriu-a e saiu, deixando-a ficar só fechada no trinco.
Depois atravessou o jardim. O Alex e a Chiribita ladraram.
- Sou eu, sou eu - disse Joana.
E os cães, ouvindo a sua voz, calaram-se.
Então Joana abriu a porta do jardim e saiu.
[...]
Sophia de Mello Breyner - A noite de natal

Excerto de "A noite de natal"

Era uma vez uma casa pintada de amarelo com um jardim à volta. No jardim havia tílias, bétulas, um cedro muito antigo, uma cerejeira e dois plátanos. Era debaixo do cedro que Joana brincava. Com musgo e ervas e paus fazia muitas casas pequenas encostadas ao grande tronco escuro. Depois imaginava os anõezinhos que, se existissem, poderiam morar naquelas casas. E fazia uma casa maior e mais complicada para o rei dos anões.
Joana não tinha irmãos e brincava sozinha. Mas de vez em quando vinham brincar os dois primos ou outros meninos. E, às vezes ela ia a uma festa. Mas esses meninos a casa de quem ela ia e que vinham a sua casa não era realmente amigos: eram visitas. Faziam troça das suas casas de musgo e maçavam-se imenso no seu jardim.
E Joana tinha muita pena de não saber brincar com os outros meninos. Só sabia estar sozinha.
Mas um dia encontrou um amigo. Foi numa manhã de Outubro.
Joana estava encarrapitada no muro. E passou pela rua um garoto. Estava vestido de remendos e os seus olhos brilhavam como duas estrelas. Caminhava devagar pela beira do passeio sorrindo às folhas do Outono. O coração de Joana deu um pulo na garganta.
- Ah! – disse ela.
E pensou:
«Parece um amigo. É exactamente igual a um amigo.» E do alto do muro chamou-o:
- Bom dia!
O garoto voltou a cabeça, sorriu e respondeu:
- Bom dia!
Ficaram os dois um momento calados. Depois Joana perguntou:
- Como é que te chamas?
- Manuel – respondeu o garoto.
- Eu chamo-me Joana.
E de novo entre os dois, leve e aéreo, passou um silêncio.
Ouviu-se o tocar ao longe o sino de uma quinta.
Até que o garota disse:
- O teu jardim é muito bonito.
- É, vem ver.
Joana desceu do muro e foi abrir o portão.
E foram os dois pelo jardim fora. O rapazinho olhava uma por cada coisa. Joana mostrou-lhe o tanque e os peixes vermelhos. Mostrou-lhe o pomar, as laranjeiras e a horta. E chamou os cães para ele os conhecer. E mostrou-lhe as árvores e as relvas e as flores.
- É lindo, é lindo – dizia o rapazinho gravemente.
- Aqui – disse Joana – é o cedro. É aqui que eu brinco. E sentaram-se sob a sombra redonda do cedro.
A luz da manhã rodeava o jardim: tudo estava cheio de paz e frescura. Às vezes do alto de uma tília caía uma folha amarela que dava voltas no ar.
Joana foi buscar pedras, paus e musgos e começaram os dois a construir a casa do rei dos anões.
Brincaram assim durante muito tempo. Até que ao longe apitou uma fábrica.
- Meio-dia – disse o garoto - , tenho de me ir embora.
- Onde é que tu moras?
- Além nos pinhais.
- É lá a tua casa?
- É, mas não é bem uma casa.
- Então?
- O meu pai está no céu. Por isso somos muito pobres. A minha mãe trabalha todo o dia mas não temos dinheiro para ter uma casa.
- Mas à noite onde é que dormes?
- O dono dos pinhais tem uma cabana onde de noite dormem uma vaca e um burro. E por esmola dá-me licença de dormir ali também.
- E onde é que brincas?
- Brinco em toda a parte. Dantes morávamos no centro da cidade e eu brincava no passeio e nas valetas. Brincava com latas vazias, com jornais velhos, com trapos e com pedras. Agora brinco no pinhal e na estrada. Brinco com as ervas, com os animais e com as flores. Pode-se brincar em toda a parte.
- Mas eu não posso sair deste jardim. Volta amanhã para brincar comigo.
E daí em diante todas as manhãs o rapazinho passava pela rua. Joana esperava-o empoleirada em cima do muro.
Abria-lhe a porta e iam os dois sentar-se sob a sombra redonda do cedro. E foi assim que Joana encontrou um amigo.
[...]
Sophia de Mello Breyner - A noite de natal

Porque esta semana que antecede o natal é a ideal para ler este conto de Sophia de Mello Breyner, e assim contrariar a correria sufocante desta altura... :)
Nos próximos dias poderão ler mais excertos deste conto

14/12/2007

Bom fim-de-semana!


Eu estou!!!! E tenciono aproveitar muito bem este fim-de-semana pois ando cá para ser feliz :) e vocês???
Foto retirada da net

13/12/2007

"- As pessoas têm estrelas que não são as mesmas. Para os viajantes, as estrelas são guias. Para outros, não passam de luzinhas. Para outros, os cientistas, são problemas. Para o meu homem de negócios, eram outro. Mas todas essas estrelas estão caladas. Tu, tu vais ter estrelas como mais ninguém.
- À noite pões-te a olhar para o Céu e, como eu moro numa delas, como eu me estou a rir numa delas, para ti, é como se todas as estrelas se rissem! Vais ser a única pessoa do mundo que tem estrelas capazes de rir!”.
Saint-Exupéry, in O Principezinho

Porque é bom termos uma estrela nossa... :)

11/12/2007

Vamos Ajudar

Caros amigos da Blogosfera:

Pouco depois das 11h00 do dia 9 de Dezembro nasceu o Lourenço, cheio de pressa para poder passar o natal com a sua mana e os seus pais. De tão apressado que foi o Lourenço terá de ficar ainda umas semanitas na neonatologia para ganhar peso antes de ir para casa com os pais e a irmã. Será uma recuperação feita passo a passo e estaremos todos aqui a torcer por ele.
Convido-vos a deixar uma mensagem de apoio ao Lourenço bem como aos pais e à avó que muitos de vocês já conhecem : A GP do Sarrabiscos.
O mail para onde podem enviar as mensagens é: lourencopimentel@gmail.com


Vamos ajudar a que o tempo passe mais rápido!!!

Aniversário II



John Eliot Gardiner é um dos mais versáteis maestros da actualidade, sendo reconhecido como uma das figuras chave na revivificação da Música Antiga. Fundador e director artístico do Monteverdi Choir, do English Baroque Soloists e da Orchestre Révolutionaire et Romantique, as suas actuações em concerto e em disco são inconfundíveis, aliando o apuro técnico a leituras muito personalizadas da música de Monteverdi a Verdi e não só. Para além das actividades com os seus próprios agrupamentos, apresenta-se regularmente como maestro convidado à frente das principais orquestras mundiais, incluindo as Filarmónicas de Viena e Berlim, as Orquestras de Boston e Cleveland e a Orquestra Sinfónica de Londres. Ler mais aqui


Porque hoje é o seu aniversário :)

Parabéns I !!!

Manuel Cândido Pinto de Oliveira nasceu no Porto, a 11de Dezembro de 1908,embora tenha sido registado no dia 12, no seio de uma família da burguesia industrial.

Interessou-se desde muito novo pelo cinema, graças a seu pai, que o levava a ver fitas de Charles Chaplin e Max Linder, despertando-lhe o interesse para a sétima arte. Fez os primeiros estudos no Colégio Universal, no Porto, e posteriormente, no Colégio Jesuíta de La Guardia, Galiza. Mas foi como desportista de ginástica, natação, atletismo e automobilismo, que o seu nome ganhou notoriedade.

Com vinte anos, inscreveu-se na Escola de Actores de Cinema, fundada por Rino Lupo, participando com o irmão, Casimiro de Oliveira, como figurante num filme deste realizador, Fátima Milagrosa (1928). A revista Imagem pública em 1930 fotografias suas considerando-o "um dos mais fotogénicos cinéfilos portugueses". Por esta altura comprou uma máquina Kinamo com a qual começou a filmar Douro, Faina Fluvial, com um fotógrafo amador, António Mendes. Trabalho inspirado no filme de Walter Ruttman - Berlim, Sinfonia de uma Capital (1927). A 21 de Setembro de 1931 estreia a versão muda do Douro, Faina Fluvial no V Congresso Internacional da Crítica, o qual despertou violentas reacções dos nossos críticos e elogios dos estrangeiros. Críticas que nunca mais deixaram a obra de Oliveira. Por uns a sua obra é elogiada, por outros é fortemente crítica, mas Oliveira continua a filmar. As críticas são centradas na forma como estrutura os filmes e a lentidão com que se desenrola a acção. Dá mais importância às palavras e ao conteúdo do que aos actos. A câmara raramente se move, e quando o faz são movimentos subtis para mostrar um objecto, os movimentos corporais de um actor que fala. Tudo é encenado meticulosamente para o espectador não se distrair com pormenores superflúos, agarrando-o desta forma à história deste génio do cinema.
Ler mais
aqui
Parabéns a este extraordinário realizador e ser humano, cheio de vitalidade no dia em que completa 99 anos!
Ver trailer do Belle Toujours

10/12/2007

É hoje e eu gostava de ir...

Andreas Scholl é unanimemente considerado como o maior contratenor da actualidade e o seu concerto na Sala Suggia foi um dos momentos altos da temporada de 2005 na Casa da Música. Andreas Scholl está de regresso, mas desta vez acompanhado pelos músicos da Accademia Bizantina para interpretar um programa inteiramente dedicado a Haendel. O compositor alemão viveu em Itália entre 1706 e 1710 e aí adquiriu pleno domínio da escrita vocal, vindo a tornar-se, já em Londres, no mais aclamado compositor de óperas e oratórias do seu tempo. (Fonte : Casa da Música)

Porque sendo esta uma das melhores vozes que conheço estou roída de "inveja" por não poder ir hoje mas a hora também não ajuda nada :S

Bom dia!!


Uma excelente semana!!!

07/12/2007

Bom fim-de-semana!


Mais um que aí vem mas que definitivamente não será assim :)

05/12/2007

Desafios...

O Marco do Marinheirodeaguadoceanavegar passou-me o seguinte desafio

Consiste em listar 10 factos não anteriormente mencionados neste blog.
Falando (escrevendo neste caso) eu pelos cotovelos será difícil encontrar 10 coisas...mas olha a primeira já está:

1 - Falo pelos cotovelos!!!

2 - Tenho um acordar bem disposto e fico ainda melhor se ninguém me pedir coisas complicadas até tomar um café :)

3 - Adoro ler na cama...posso estar a morrer de sono mas tenho sempre de ler uma linha que seja.

4 - Adoro cozinhar para receber amigos em casa.

5 - Odeio a expressão "diz que"...fico piursa quando a ouço.

6 - Adoro conduzir...ajuda-me a pôr as ideias em ordem.

7 - Odeio ir ao lado de quem conduz...vou num pânico total.

8 - Adoro jogos... mas detesto perder

9- Sou muito mas muito teimosa...teimosa que nem uma mula!

10- Adoro dormir.

Finito!!

Agora tenho de passar a bola e aqui vão os nomeados para esta :
Mocho Falante
MorgenitaDavid
Maria
Nunor
Luísa
Mike
Jotabê

Em ti o meu olhar fez-se alvorada,
E a minha voz fez-se gorgeio de ninho,
E a minha rubra boca apaixonada
Teve a frescura do linho
(Florbela Espanca)

Porque é sempre bom relermos Florbela Espanca
Tentarei pôr as visitas em dia brevemente :)

02/12/2007

Bom Domingo


Hoje seria sem dúvida nenhuma o que eu precisaria....mas não posso!!
Hoje sem descanso... mas com um sorriso :)

Espero que tenham um bom domingo !

30/11/2007

Bom fim-de-semana!


Não será de todo o meu fim-de-semana...mas seria bom se fosse!!! :)

29/11/2007

Despedidas

Há 21 anos os Madredeus deram pela primeira vez um concerto ao vivo. Hoje e após o anúncio da saída de Teresa Salgueiro do grupo, será quase certo que o mesmo terminará.

No fim do ano passado o grupo havia decidido que o ano de 2007 sera um ano sabático. Após a sáida de José Peixoto e Fernando Júdice, foi agra a vez de Teresa Salgueiro , por sentir que não poderia manter a disponibilidde em exclusividade.

Sem dúvida uma perda enorme o desaparecimento deste grupo. Fica aqui não uma das minhas favoritas mas sim uma actação ao vivo ainda em início de carreira.


ps - para desligarem a músca ir ao fim da página.

Pensamento do dia

"O campo das respostas evasivas é bastante amplo para que sejas obrigado a recorrer à mentira."

Porque sem dúvida nenhuma a frontalidade é uma das características que aprecio :)

27/11/2007

Um excelente dia!


Poderá ser porque estou viva...
Ou porque tenho saúde...
Ou porque tenho um filho fantástico...
Ou por tantas outras razões...
Ou por tudo isto...
Porque razão será?
Não faço a mínima ideia mas gosto de estar assim!


Porque há dias em que acordo assim...

26/11/2007

“Ama como a estrada começa.”

Mário Cesariny de Vasconcelos
Para o ouvir vá aqui
Porque faz hoje um ano que morreu.

25/11/2007


"Já mulher feita, Mrs. Erlynne (Helen Hunt) é audaz e tem a reputação de entreter homens ricos e casados. Deixando os seus problemas e as contas por pagar em Nova Iorque, Erlynne parte para Itália à procura de Meg (Scarlett Johansson) e Robert Windermere – um dos casais mais bem sucedidos da sociedade.
A chegada de Erlynne à Costa Amalfitana atrai de imediato a atenção da maior parte dos homens, em particular a do abastado lorde Augustus (Tom Wilkinson), que depressa a propõe em casamento.
Numa sociedade em que nada é que o aparenta ser, rapidamente Erlynne vê-se envolvida num escândalo no qual não falta sedução, traição e, de forma surpreendente, lealdade. "

Este filme é uma adatação da peça de Oscar Wilde "O Leque de Lady Windermere. Levezinho é a classificação que lhe dou. Uma deliciosa comédia romântica onde o que parece óbvio afinal se torna revelador. Sem dúvida um filme para nos manter a boa disposição. Um dos pormenores que adorei foram os comentários paralelos de alguns personagens...simplesmente divinais, pragmáticos lúcidos e não convencionais!!!

Dia Mundial contra a violência de género

MULHERES DE PRETO

Há muito que são velhas, vestidas
de preto até à alma.
Contra o muro
defendem-se do sol de pedra;
ao lume
furtam-se ao frio do mundo.
Ainda têm nome? Ninguém
pergunta, ninguém responde.
A língua, pedra também.

(RENTE AO DIZER)

ABAIXO A VIOLÊNCIA DE GÉNERO: HUMANIDADE NÃO TEM SEXO!!

Porque sou contra qualquer tipo de violência!!!

24/11/2007

Pensamento do dia

"Ninguém pode garantir nada do amanhã por isso devemos estar preparados para tudo. Há que saber viver na abundância e na penúria, ser feliz com sol e com chuva, porque a felicidade não depende disso, mas da paz interior e do sentido que damos à nossa vida."
Vasco Pinto de Magalhães, s.j.
Porque sem dúvida nenhuma quando temos paz interior aproveitamos melhor a vida :)

23/11/2007

Maurice Béjart

«Boléro» foi um ballet criado em 1960 por Maurice Béjart tendo como pano de fundo o Bolero de Ravel. Esta foi uma das suas obras mais conhecidas embora tenha uma data delas fabulosas. Em homenagem ao grande coreógrafo desaparecido ontem aos 80 anos. Mais uma perda na àrea da cultura este ano.

Sobre o Poema


Um poema cresce inseguramente
na confusão da carne,
sobe ainda sem palavras, só ferocidade e gosto,
talvez como sangue
ou sombra de sangue pelos canais do ser.

Fora existe o mundo. Fora, a esplêndida violência
ou os bagos de uva de onde nascem
as raízes minúsculas do sol.
Fora, os corpos genuínos e inalteráveis
do nosso amor,
os rios, a grande paz exterior das coisas,
as folhas dormindo o silêncio,
as sementes à beira do vento,
— a hora teatral da posse.
E o poema cresce tomando tudo em seu regaço.

E já nenhum poder destrói o poema.
Insustentável, único,
invade as órbitas, a face amorfa das paredes,
a miséria dos minutos,
a força sustida das coisas,
a redonda e livre harmonia do mundo.

— Embaixo o instrumento perplexo ignora
a espinha do mistério.

— E o poema faz-se contra o tempo e a carne

Porque faz hoje 77 anos que nasceu Herberto Helder

22/11/2007

Respondendo a desafios

Desafiou-me o David a : Escrever a 5ª linha da página 161 de um livro, portanto aqui vai:

Livro: O Caminho menos percorrido de M. Scott Peck

5ª frase: (...)mas de expressão pessoal, de jogo, exploração, aprendizagem e....(...)


E se quiserem saber têm de ler o livro pois mais não digo :)
Já agora aproveito para dizer que é um excelente livro e quem o lê uma vez, fica sempre com ele na cabeceira para uma revisões futuras!!!
Quanto a passar, ficam todos os que são masoquistas e passam por aqui para ler os meus posts, desafiados a responder :)

21/11/2007

E já cá cantam 35 ...

Fazendo as contas estou a meio da minha vida, tendo em conta que a esperança de vida hoje em dia anda pelos 70 anos. Tento fazer um balanço e vejo que já vivi uma data de coisas das quais guardo excelentes recordações. Também dei alguma cabeçadas, mas quem não as dá...e é com elas que aprendemos muita coisas...lol. à tipica pergunta se modaria alguma coisa, sinceramente acho que muito pouco pois fiz tudo com consciência do que fazia (até algumas cabeçadas imaginem!!) e hoje sou quem sou por todo o conjunto de vivências tidas.

Hoje recordo uma pessoa de quem sinto muita falta, e que partiu faz sete anos amanhã, a minha avó que era o meu porto de abrigo. Não tenciono transformar este post numa lamechice, bem pelo contrário até porque a minha avó era festeira por natureza!! Lembro-me sempre da minha avó porque me deixou como herança um princípio para mim importante: A vida é feita de recordações e por isso devemos vivê-la bem e com consciência para mais tarde podermos usufruir delas!
Ora bem, 35 anos de recordações já cá cantam, por isso vamos à segunda dose :)
Estou ansiosa para ver o que a vida me reserva para esta segunda metade!!

ps - E este último ano, com a minha incursão na blogosfera, tem sido uma completa surpresa pela positiva, graças a pessas muito especiais que aqui conheci...vocês sabem quem são, certo?

ps2 - Hoje de manhã mal saí de casa fui presenteada com um arco-iris como já não via à anos...que boa forma de começar este dia!

20/11/2007

Pensamento do dia

"Contra o Destino, não adianta cautela"

Porque por vezes este ditado faz sentido :)

Dia Internacional dos Direitos da Criança.

Neste dia poderia falar só de como é maravilhosos ter um filho, compartir a vida com ele, bla bla, bla bla, mas sinto a obrigação de me lembrar e falar em todas as que não têm voz. A Declaração Universal dos direitos da criança existe e foi ratificada pelas nações unidas desde 1989.

A Convenção assenta em quatro pilares fundamentais que estão relacionados com todos os outros direitos das crianças:

• a não discriminação, que significa que todas as crianças têm o direito de desenvolver todo o seu potencial – todas as crianças, em todas as circunstâncias, em qualquer momento, em qualquer parte do mundo.

o interesse superior da criança deve ser uma consideração prioritária em todas as acções e decisões que lhe digam respeito.

a sobrevivência e desenvolvimento sublinha a importância vital da garantia de acesso a serviços básicos e à igualdade de oportunidades para que as crianças possam desenvolver-se plenamente.

a opinião da criança que significa que a voz das crianças deve ser ouvida e tida em conta em todos os assuntos que se relacionem com os seus direitos.

A Convenção contém 54 artigos, que podem ser divididos em quatro categorias de direitos:

• os direitos à sobrevivência (ex. o direito a cuidados adequados)
• os direitos relativos ao desenvolvimento (ex. o direito à educação)
• os direitos relativos à protecção (ex. o direito de ser protegida contra a exploração)
• os direitos de participação (ex. o direito de exprimir a sua própria opinião)

Ver a Declaração completa aqui
Não compreendo como continuam a existir images destas...


19/11/2007

Bom dia!!

"Mantenha seus pensamentos positivos, porque seus pensamentos tornam-se suas palavras.
Mantenha suas palavras positivas, porque suas palavras tornam-se suas atitudes.
Mantenha suas atitudes positivas, porque suas atitudes tornam-se seus hábitos.
Mantenha seus hábitos positivos, porque seus hábitos tornam-se seus valores.
Mantenha seus valores positivos, porque seus valores ...
Tornam-se seu destino."
Mahatma Gandhi

Um bom dia para todos e uma excelente semana :)

16/11/2007

Bom fim-de-semana!


Bem...acho que estou mesmo a precisar de um fim-de-semana!!

15/11/2007

Há palavras que nos beijam
Como se tivessem boca.
Palavras de amor, de esperança,
De imenso amor, de esperança louca.

Palavras nuas que beijas
Quando a noite perde o rosto;
Palavras que se recusam
Aos muros do teu desgosto.

De repente coloridas
Entre palavras sem cor,
Esperadas inesperadas
Como a poesia ou o amor.

(O nome de quem se ama
Letra a letra revelado
No mármore distraído
No papel abandonado)

Palavras que nos transportam
Aonde a noite é mais forte,
Ao silêncio dos amantes
Abraçados contra a morte.
(Alexandre O'Neill)

Porque...há palavras :)

13/11/2007

Pensamento do dia


"A paciência é amarga mas o fruto é doce"

será?

Bom dia!!


12/11/2007

Certa palavra dorme na sombra
de um livro raro.
Como desencantá-la?
É a senha da vida
a senha do mundo.
Vou procurá-la.

Vou procurá-la a vida inteira
no mundo todo.
Se tarda o encontro, se não a encontro,
não desanimo,
procuro sempre.

Procuro sempre, e minha procura
ficará sendo
minha palavra.
(Carlos Drummond de Andrade - A palavra mágica)

Porque por vezes nos falta a palavra...aquela palavra mágica :)

09/11/2007

Bom fim-de-semana

Não importa onde você parou ...
Em que momento da vida você cansou ...
O que importa é que sempre é possível e necessário recomeçar.
Recomeçar é dar uma nova chance a si mesmo ...
É renovar as esperanças na vida e, o mais importante ...
É acreditar em você de novo.

Sofreu muito neste período ?
Foi aprendizado ... Chorou muito ?
Foi limpeza da alma ...
Ficou com raiva das pessoas ?
Foi para perdoá-las um dia ...

Sentiu-se só por diversas vezes ?
É porque fechaste a porta até para os anjos ...
Acreditou que tudo que estava perdido ?
Era o início de tua melhora ...

Onde você quer chegar ?
Ir alto ? Sonhe alto ... Queira o melhor do melhor ...
Se pensamos pequeno ... Coisas pequenas teremos ...
Mas se desejamos fortemente o melhor e principalmente lutarmos pelo melhor ...
O melhor vai se instalar em nossa vida.
Porque sou do tamanho daquilo que vejo.
E não do tamanho da minha altura."
(Carlos Drummond de Andrade)

Porque ...recomeçar hoje é mesmo para mim

08/11/2007

Porque esta música corresponde ao meu estado de espírito :)

E porque ela é fantástica!!!

07/11/2007

20.000??? Obrigada...muito obrigada

Um espaço que começou por ser meu...de desabafo conforme disse aqui e de repente vejo que já passei as 20.000 visitas....credo são tantas!!!!

Acreditem meus queridos amigos que é uma espécie de terapia para mim escrever aqui no blog. Quem me conhece sabe que aqui estou eu, sem capas, nem filtros...sou apenas o que sou: Eu! (Liliana desculpa o copianço..hehe). E por este motivo fico muito feliz por saber que há quem goste de aqui passar. Com as vossas visitas habituei-me não só a partilhar os meus estados de espírito mas também o que me vai acontecendo na vida. Este espaço é hoje em dia mais que um espaço de desabafo. Aqui vos encontro, daqui saio para visitar os vossos cantos, rio, choro, partilho, dedico, critico...enfim sinto que é um complemento à minha vida. Não é algo descartável mas sim mais uma peça de um puzzle da minha vida que embora seja num ambiente virtual, me faz ter sentimentos bem reais. Foi através deste canto que tive a sorte de conhecer algumas pessoas verdadeiramente excepcionais e ganhei amigos...Uma coisa tão importante nos dias de hoje!

A todos os que me visitaram e que continuam a visitar, a todos os que vieram só uma vez, a todos os que comentam, aos que nunca o fizeram, a quem me anima, a quem tem prazer a vir aqui e em especial àqueles que já considero como amigos muito obrigado e espero que continuem a ter prazer em visitar este meu canto :)

E deixo este cartoon para todos...

Imagem tirada da net - clique para ver melhor

Pensamento do Dia

Há pormenores que fazem a diferença e nos deixam felizes...assim... com um sorriso na cara como estou hoje :)

Mais logo há festa aqui!!!

06/11/2007

Estou viva !



Eu escrevo versos ao meio-dia
e a morte ao sol é uma cabeleira
que passa em fios frescos sobre a minha cara de vivo
Estou vivo e escrevo sol
Se as minhas lágrimas e os meus dentes cantam
no vazio fresco
é porque aboli todas as mentiras
e não sou mais que este momento puro
a coincidência perfeita
no acto de escrever e sol
A vertigem única da verdade em riste
a nulidade de todas as próximas paragens
navego para o cimo
tombo na claridade simples
e os objectos atiram suas faces
e na minha língua o sol trepida
Melhor que beber vinho é mais claro
ser no olhar o próprio olhar
a maraviha é este espaço aberto
a rua
um grito
a grande toalha do silêncio verde
António Ramos Rosa - Estou Vivo E Escrevo Sol(1966)

Porque estou viva e tento escrever a minha vida com alegria :)

05/11/2007

Bom dia!

Está mais uma semana a começar e nada melhor que fazê-lo com um sorriso nos lábios :)

04/11/2007

Dois Anos!!!

Faz hoje dois anos que a minha vida mudou radicalmente.
Não posso dizer que até esse momento a minha vida fosse monótona, bem pelo contrário, mas comparado com o que tenho vivido deste então, tinha sido um passeio.

Faz hoje dois anos que nasceu o Luis Maria.
Por mais que tivesse imaginado como seria uma dia que tivesse um filho, não consegui chegar nem a uma ténue ideia do que se revelou ser.
Lembro-me da sua cara no momento em que nasceu...e o turbilhão de sentimentos que tive e que aidna hoje tenho grande dificuldade em definir, mas nunca esqueci!
Já amava o Luis anda ele não tinha nascido mas de facto a frase "É o tempo que passas com a tua Rosa que a otrna importante", do Livro de Saint-Éxupery, faz todo o sentido.
A cada dia que passa se vai acrescentado uma peça no nosso puzzle, que fortalece a nossa relação... e o meu sentimento por ele vai aumentando

Aprendi tanta coisa com este pequeno ser...
Aprendi que é semre possível amar mais um bocadinho a cada dia que passa.
Aprendi a comunicar melhor sem palavras...por vezes apenas com um olhar.
Aprendi a perseverança para conquistarmos o que queremos.
Aprendi a encontrar alegria em pequenos momentos do nosso dia-a-dia.
Aprendi muitas coisas que poderia ficar aqui a enumarar mas a mais importante de todas:
Aprendi o que é o amor incondicional!

Os filhos fazem-nos ser melhores pessoas, sem dúvida nenhuma.

A ti, meu querido filho mil beijos por todos os sorrisos com que me presenteias diariamente, or todos os abraços que me dás quando acordas ou quando te vou buscar ao fim da tarde. Obrigada por me fazeres querer ser uma melhor pessoa para que possa ser um exemplo para ti!

Mil beijos e muitos parabéns!!!

03/11/2007


No século XVII, no final da dinastia Ming – época de efervescência e de agitação em que o próprio Ocidente marcou presença com a chegada dos primeiros missionários jesuítas à China –, num mosteiro situado no cume de uma montanha, um homem que ainda não pronunciou os seus votos decide abandonar este local de paz e recolhimento para, trinta anos depois, procurar a única mulher que alguma vez amou.

Um romance de encantamento e de verdade, história de uma paixão – de um Tristão e Isolda chineses com os seus códigos e interdições tão precisos quanto estritos – não só do domínio do coração e dos sentidos, mas envolvendo também toda a dimensão espiritual do ser, para se debruçar sobre o mistério do universo e o transfigurar.
Retirado
daqui

Passo muitas vezes a minha hora de almoço a passear pela bertrand, a ver as novidades, a pegar em livros já lidos e folheá-los, a pegar em livros novos e ler as primeiras páginas, etc

Por vezes entusiasmo-me e lá trago um que não tinha nada a ver com a minha ideia inicial para comprar, mas por alguma razão resolvo arriscar e trazê-lo comigo. Esta atitude já me valeu alguns barretes mas também algumas boas surpresas. É precisamente o caso deste livro, estava ao lado de um outro que me tinham falado mas como olhei ara a capa deste e li a frase "A eternidade não é demais", que me suscitou curiosidade, resolvi folheá-lo e pela descrição que acima copio, arrisco-me a levá-lo.

Este livro fala de uma forma de amor absolutamente diferente da que estamos habituados nos dias de hoje, mas não menos fabulosa uma vez que é um amor que começa a partir de um breve momento, guardado nos corações ainda puros de dois jovens, que por força das circusntâncias não se voltam a ver durante uma vida . Até que se voltam a reencontar e verificam que o outro, tal como eles, afinal tinha guardado preciosamente aquela breve recordação durante longos anos.

É um amor, espiritual mas não menos intenso, é um amor elegante...de espera, de pormenor onde um cruzar de olhos tem uma intensidade difícil de imaginar...

Nos dias de hoje onde sabe bem ler um romance destes para nos centrarmos de novo no essencial e deixarmos de lado o acessório.

02/11/2007

Bom fim-de-semana!



Pusemos tanto azul nessa distância
ancorada em incerta claridade
e ficamos nas paredes do vento
a escorrer para tudo o que ele invade.

Pusemos tantas flores nas horas breves
que secam folhas nas árvores dos dedos.
E ficámos cingidos nas estátuas
a morder-nos na carne dum segredo.

Natália Correia
Porque...gosto :)

01/11/2007

Pensamento do dia

Neste dia lembro-me sempre como é bom quando estamos em paz com as pessoas que nos são queridas. Lembro-me sempre dos que já cá não estão e que me fazem muita falta. Mas mais importante é lembrar-me que lhes devia ter dito mais vezes como eram importantes na minha vida.

Não devemos poupar estas palavras: gosto de ti e és importante na minha vida.
A todos que me são importantes deixo-vos esta música e digo a cada um:
Gosto de ti!


30/10/2007


Não tenhas medo do amor. Pousa a tua mão
devagar sobre o peito da terra e sente respirar
no seu seio os nomes das coisas que ali estão a
crescer: o linho e a genciana; as ervilhas-de-cheiro
e as campainhas azuis; a menta perfumada para
as infusões do verão e a teia de raízes de um
pequeno loureiro que se organiza como uma rede
de veias na confusão de um corpo. A vida nunca

foi só inverno, nunca foi só bruma e desamparo.
Se bem que chova ainda, não te importes: pousa a
tua mão devagar sobre o teu peito e ouve o clamor
da tempestade que faz ruir os muros: explode no
teu coração um amor-perfeito, será doce o seu
pólen na corola de um beijo, não tenhas medo,
hão-de pedir-to quando chegar a primavera.

Maria do Rosário Pedreira
Nenhum Nome Depois

Porque ainda cá não os tinha...
Para ti...


29/10/2007

De pequenino se torce o pepino III

Acabo de ler aqui que segundo o Eurostat Os portugueses são dos europeus que menos participam em actividades culturais, tendo apenas metade lido um livro no último ano e um quarto visitado um museu ou galeria. Este estudo foi nos 27 países sendo que nós ficamos em último!!!

É por isso que acredito que de pequenino se torce o pepino!!!

De pequenino se torce o pepino II

Ainda sobre o papel que nós pais temos na educação e a propósito de uma conferência que decorre hoje na Casa da Música sobre "o papel e o espaço da arte no sistema educativo" tenho verificado que de facto os nossos exemplos nos hábitos mais simples são a melhor forma de passarmos a mensagem que queremos.
Desde sempre temos por hábito lá em casa ler e ouvir música e é curioso ver que isso se tornou num hábito também para o Luís pois é ele mesmo a pedir música, seja ela qual fôr. Quanto aos livros gosta de andar com eles de um lado para o outro e sentar-se a folheá-los para ver as imagens. Dá-nos um e fica com outro (claro que falo daqueles pequeninos só com imagens e apropriados para crianças de 2 anos), ficando entretido durante bastante tempo. E claro que brinca com todos os outros brinquedos próprios da sua idade!!!
Não tenho nenhuma intenção em transformar o meu filho em nada que ele não queira ser mas acredito que hábitos destes incutidos desde que são muito pequenos, tornam-se em coisas naturais não havendo mais tarde a dificuldade em incutir gosto pela música ou hábitos de leitura.
Considero que na educação a arte deve ter um papel importante na educação, embora aqui me sinta uma completa leiga, pois só assim se combaterá o grave problema cultural que temos. e gostaria de saber que na escola ele teria um reforço destes conhecimentos.

De pequenino se torce o pepino I

Nestes dois últimos fins de semana estive num workshop e num concerto para bebés na casa da música.
Cada vez me convenço mais que o papel dos pais é fundamental na criação de hábitos nas crianças, sejam eles bons ou maus. A maior parte dos adultos subestima claramente as crianças quando acha que estão alheadas, ou distraídas e não observam o que o adulto faz. Mas é precisamente o contrário que acontece.

No domingo dia 22 estava no tal workshop e o Luis que tinha dormido uma sesta mais pequena que o habitual, chegou lá meio rabugento. Quando entramos para a sala é regra todos descalçarem sapatos e as crianaças andarem um liberdade. Para ele isto foi a felicidade imediata e para nosso desespero, pois ele começou a explorar a sala toda e não prestou grande atenção ao que faziam as animadoras...pensei eu. No entanto a certa altura vai sentar-se ao lado de uma e repetiu a sequência que tinha estado a ser ensinada ao mesmo tempo que a animadora. No fim do workshop e em conversa com a animadora ela confirmou o que eu por vezes já tinha pensado: as crianças observam mesmo que pareçam distraídas.
Isto leva-me a pensar que temos realmente que ter consciência que elas embora possam estar a fazer uma qualquer outra actividade, têm a capacidade de nos observar sendo por isso a nossa atitude e os nosos hábitos fundamentais como exemplo para eles.

28/10/2007

Porque há músicas que marcam momentos da nossa vida
Dedicada ao meu anjinho da guarda...

27/10/2007

Um excelente dia!!




Alheias e nossas as palavras voam.
Bando de borboletas multicores, as palavras voam
Bando azul de andorinhas, bando de gaivotas brancas, as palavras voam.
Viam as palavras como águias imensas.
Como escuros morcegos como negros abutres, as palavras voam.

Oh! alto e baixo em círculos e retas acima de nós, em
redor de nós as palavras voam.
E às vezes pousam.
vôo (Cecília Meireles)

26/10/2007

Quem a viu ontem?

Não sei se a viram mas estava linda ontem :) estive uma data de tempo a vê-la...
Aproveitem hoje pois com o Outono e inverno a chegar, poucas serão as que irão conseguir ver nos próximos tempos e hoje ainda se deve ver bem!!!

Boa Sexta-feira com algo diferente...


The Cure - Friday I'm in love

Porque me apeteceu viajar no tempo... :)

25/10/2007

Pensamento do dia

"Só existem dois dias no ano que nada pode ser feito.
Um chama-se ONTEM e o outro AMANHÃ."

Dalai Lama
Porque se tivermos consciência disto viveremos muito mais e melhor!!

Leiam com atenção

Caros Amigos

Recebi um mail de um amigo meu e após as devidas autorizações faço questão de o reencaminhar para todos vocês por aqui.

"Ora Vivam Todos

A Francisca é uma das grandes amigas que me ficaram dos dez anos que passei na publicidade.

Tal como eu, resolveu dar um pontapé na Publicidade, onde tinha já uma carreira brilhante, e perspectivas praticamente galácticas, para se dedicar a coisas realmente importantes. No caso dela, quatro filhos. A terceira das quais, Francisca como a mãe, tem síndrome de Down. Um desafio para a Francisca, que sempre teve Síndrome de Up.
E foi assim que a minha excelente amiga se aproximou do Centro de Desenvolvimento Infantil «Diferenças», cuja apresentação segue em anexo, pela pena da própria. E com todo o dinamismo que tinha a pôr campanhas milionárias no ar, apoia agora em regime de voluntariado esta instituição em diversas iniciativas, das quais me interessa agora sensibilizar-vos para a venda de
POSTAIS DE NATAL
São fantásticos, ficam bem em cima de qualquer lareira - em cima, não dentro -, são feitos por crianças ilimitadas, e são, digo eu, a opção ideal para todos vocês, mais respectivas famílias, empresas, escritórios, departamentos, bla bla bla. E estão, passe o lugar comum, à distância de um clique, porque ela já vos manda catálogo, preçário e nota de encomenda. E ainda estamos em Outubro. Folheiem. E mandem vir. Ela está habituada a que mandem vir.
Comprem postais à Francisca Mãe, ajudem a Francisca Filha e os amiguinhos dela. Um postal da Xica é meio carinho andado."

As ilustrações são feitas por miúdos do Centro e todos os cartões são personalizados com o nome e a idade do "ilustrador". Quisemos tornar a mensagem mais calorosa e personalizada, e por isso optámos por ter no interior uma frase do tipo "Este ano queremos fazer a diferença. Por isso pedimos ao Pedro (por exemplo) para dar cor às nossas boas festas."

- Por outro lado, oferecemos duas opções:
1 - Temos 4 temas de "catálogo fixo" (não exclusivos) - o que quer dizer que qualquer empresa os poderá encomendar, com a opção de os poder personalizar com o logotipo da empresa. O preço unitário está a par com o de mercado (ver em anexo Tabela de Preços).

2 - Teremos também cartões exclusivos, ou seja, cartões que só serão feitos se alguma empresa os escolher e que serão produzidos especialmente para aquela empresa.
Terão o mesmo custo unitário que os não exclusivos, mas acrescerá um "donativo por exclusividade" para a instituição (mínimo 1.000 euros).

Todos os cartões são bilingues (português/inglês) e os envelopes têm uma característica original - são translúcidos, podendo o cliente escolher entre 3 cores disponíveis (vermelho, azul e branco/translúcido).
Quer o nível de impressão, quer a qualidade do papel estarão de acordo com os padrões exigidos por qualquer grande empresa.
Para as empresas que o desejarem, estamos a produzir amostras dos cartões que poderemos enviar, juntamente com uma amostra do envelope, para melhor apreciação.

Qualquer cliente interessado em obter uma amostra ou fazer encomenda poderá entrar em contacto directo através de
franciscaprieto@netcabo.pt
Para quem tem de aprovar a iniciativa junto de uma administração, vamos ter em final de Setembro um kit "oficial" com toda a informação que aqui está + um catálogo impresso (em vez de ser em powerpoint, mas na realidade, este catálogo "virtual" permite ver melhor cada um dos desenhos) + amostra de cartão e envelope.

24/10/2007

Outono....


Se deste outono uma folha,
apenas uma, se desprendesse
da sua cabeleira ruiva,
sonolenta,
e sobre ela a mão
com o azul do ar escrevesse
um nome, somente um nome,
seria o mais aéreo
de quantos tem a terra,
a terra quente e tão avara
de alegria.
(Eugénio de Andrade)

Porque... :)

23/10/2007

Parabéns ao Mestre

Mestre Júlio Resende nasceu no Porto a 23 de Outubro de 1917, faz hoje 90 anos.

Frequentou a Escola Superior de Belas-Artes do Porto. Iniciou sua atividade artística como ilustrador em semanários infantis e na imprensa diária. Na década de 1940, as passagens por Madrid, onde tem contacto com as obras de Goya, e posteriormente por Paris irão influenciar a sua obra de estilo expressionista. Marcado também pelo cubismo de Picasso, os seus quadros apresentam uma pintura dinâmica, geométrica, que caminha progressivamente para a abstração. Destaca-se também o caráter social de muitos de seus quadros, nos quais situações do cotidiano popular são retratadas de forma geométrica e por vezes quase abstrata, como se pode observar nas pinturas do Alentejo realizadas entre 1950 e 1951 (Regresso do Trabalho e Guardador de Cavalos, entre outras). A mudança do Alentejo para o Porto irá produzir telas com uma pincelada mais solta e leve, mas nas quais a temática do trabalho e a vertente social mantêm-se como aspecto dominante.

Para terem uma melhor ideia da sua obra aconselho-vos a visitar a Fundação Júlio Resende
Uma vez que não tenho conhecimentos suficientes para fazer um post mais completo, fica aqui uma pequena homenagem a um dos grandes Mestres da Pintura Portuguesa!

22/10/2007

Para começarem a relaxar no fim do dia...


Tive oportunidade de a relembrar à dias atrás e de facto tem um voz excelente!!
Muitos só se lembrarão quem é se ouvirem esta música.
Amigo Mocho Obrigado por me relembrares :)

Dia Internacional das Bibliotecas escolares

Sabiam que hoje, a quarta segunda-feira de Outubro de cada ano se celebra o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares?


Pois é, evento que passa desapercebido a todos mas não deveria passar.
Os hábitos de leitura devem ser criados no ambiente familiar mas, na falta deste, as escolas também devem contribuir para que ler um livro seja quase uma necessidade!!

Os grandes problemas do nosso país são essencialmente originados por falta de cultura. A maior parte das pessoas confunde cultura com formação e na realidade são coisas que embora se complementem são completamente distintas. E uma das coisas básicas à cultura é a leitura. Não conheço ninguém que tenha cultura e não leia no entanto a maior parte das pessoas que a não tem, raramente lê. E a escola deve ser um veículo não só de educação escolar mas também cultural.

Estarão a pensar porque ando aqui à volta com estes conceitos mas é muito simples: cabe à sociedade exigir ao Estado, que promova tudo o que nos faça evoluir e neste caso específico é a existência de bibliotecas em todas as escolas e não em apenas algumas só para ficar bem na fotografia e aparece nos relatórios do ministério.

Parece que finalmente ele está a chegar!!



Sou admiradora confessa do bom tempo, dos dias de sol e calor mas tudo tem o seu tempo. Embora tenha tido um fim-de-semana de ar livre para aproveitar o tempo que esteve, confesso que hoje quando saí de casa e senti a temperatura fresquita que hoje faz, fiquei com um sorriso na cara...
Um bom dia e uma óptima semana para todos!!

20/10/2007

Bons livros, boa música e bom filme


Patrick O'Brien nasceu na irlanda em 1914 tendo posteriormente residido até à sua morte no sul de frança.
Escritor com uma brilhante imaginação e vigoroso estilo narrativo, sendo um dos mais destacados autores britânicos dentro de género do romance histórico e a sua literatura naval é considerada a melhor alguma vez produzida sobre o período das guerras napoleónicas.
Este romance histórico que deu origem ao filme trata das aventuras protagonizadas pelo Comandante Jack Aubrey y pelo Dr. Stephen Maturin, médico, filósofo e espião durante as guerras napoleónicas. Mas no universo de O'Brien há muito mais do que aventuras marítimas. Há música, amor, amizade, solidariedade, contrariedades e um conjunto de personagens inesquecíveis.
Embora em Portugal sejam conhecidos apenas 3 livros, nos restantes países, nomeadeamente em Espanha esta colecção ultrapassa os 20 volumes. Garanto-vos que passada a habituação do primeiro livro, torna-se quase um vício acompanhar estas aventuras, motivo pelo qual tive de recorrer a nuestros hermanos. A tradução Portuguesa é de boa qualidade embora peque pela falta do diccionário nautico existente por exemplo nas edições espanhola e inglesa.
Este é o típico livro para ler no outono e início do inverno, numa esplanada sem gente, acompanhado de mar bravo, ou então em casa acompanhada por música clássica animada como é o caso de Bocherini.

Fiquei agradavelmente surpreendida com o filme realizado pois embora a história esteja muito simplificada, há pormenores que se mantêm fiéis à escrita tal como a presença e importância que a música clássica têm, pois nos romances origina conversas e episódios memoráveis entre os dois protagonistas. Existe nomeadamente uma edição de dois discos que apresentam algumas das peças preferidas nas suas obras com o título "Musical Evenings With the Captain", da ESS.A.Y .

Fica a sugestão...experimentem que vão gostar

19/10/2007

A Estrela

Eis-me

Tendo-me despido de todos os meus mantos
Tendo-me separado de adivinhos mágicos e deuses
Para ficar sozinha ante o silêncio
Ante o silêncio e o esplendor da tua face

Mas tu és de todos os ausentes o ausente
Nem o teu ombro me apoia nem a tua mão me toca
O meu coração desce a escada do tempo em que não moras
E o teu encontro
São planícies de silêncio

Escura é a noite
Escura e transparente
Mas o teu rosto está para além do tempo opaco
E eu não habito os jardins do teu silêncio
Porque tu és de todos os ausentes o ausente
(Sophia de Mello-Breyner) Livro Sexto

Porque nada como acabar a semana com Sophia... :)

Vamos Rir?

Nada como começar o dia com um sorriso na cara...:)

18/10/2007

Boa noite a todos....

Porque nada como relaxar um bocado ao fim do dia....

VIVAM, APENAS.

Vivam, apenas.
Sejam bons como o sol.
Livres como o vento
naturais como as fontes.

Imitem as árvores dos caminhos
Que dão flores e frutos
Sem complicações.

Mas não queiram convencer os cardos
A transformar os espinhos
Em rosas e canções.

E principalmente não pensem na Morte.
Não sofram por causa dos cadáveres
Que só são belos
Quando se desenham na terra em flores.

Vivam, apenas.
A morte é para os mortos.
(José Gomes Ferreira)

Se quiserem ouçam este poema aqui

Porque o ser humano complica...em vez de viver

17/10/2007

Chopin...

Frédéric Chopin (Żelazowa Wola, 1 de Março de 1810 — Paris, 17 de outubro de 1849) foi um dos maiores compositores para piano e o mais conhecido compositor polaco.

<Porque hoje é o aniversário da sua morte

É hoje!!! Participem!


Para saberem mais detalhes de como participar vão aqui . é muito fácil e podem mesmo fazê-lo em casa. O importante é manifestarem-se. Começou ás 21h00 de ontem e termina ás 21h00 de hoje.

Podem ler o manifesto aqui

Vá lá...não custa nada e podemos fazer a diferença!!!

16/10/2007


Crepúsculo

É quando
um espelho no quarto
Se enfastia
Quando a noite se destaca
Da cortina;
Quando a carne tem o travo
Da saliva;
Quando a força da vontade
Ressuscita;
Quando o pé sobre o sapato
Se equilibra....
É quando às sete da tarde
Morre o dia
- que dentro de nossas almas
se ilumina
com luz lívida, a palavra
despedida.
(David Mourão-Ferreira)

Porque me apeteceu...

Momentos...

O meu filho de 23 meses entra dentro do armário da cozinha e mesmo antes de tentar fechar a porta atrás dele diz:

- "Até já Mãe"

Precoce este meu filho...já está a entrar na idade do armário :)

15/10/2007

Bom dia e boa semana!!!


Então?..Não me digam que depois de ouvirem esta canção ainda estão aí maldipostos?
Nada disso meus amigos, toca a sorrir pois a vida está aí.. à nossa espera :)
Eu tenciono aproveitá-la...e vocês?

14/10/2007

Excerto da Menina do Mar

[...]
No dia seguinte, de manhã, tornaram a encontrar-se todos no sítio do costume.
- Bom-dia - disse a Menina. - O que é que me trouxeste hoje?
O rapaz pegou na Menina do Mar, sentou-a muna rocha e ajoelhou-se a seu lado.
- Trouxe-te isto - disse. - É uma caixa de fósforos.
- Não é muito bonito - disse a Menina.
- Não; mas tem lá dentro uma coisa maravilhosa, linda e alegre que se chama fogo. Vais ver.
E o rapaz abriu a caixa e acendeu um fósforo. A Menina deu palmas de alegria e pediu para tocar no fogo.
- Isso - disse o rapaz - é impossível. O fogo é alegre mas queima.
- É um sol pequenino - disse a Menina do Mar.
- Sim - disse o rapaz - mas não se lhe pode tocar.
E o rapaz soprou o fósforo e o fogo apagou-se.
- Tu és bruxo - disse a Menina - sopras e as coisas desaparecem.
- Não sou bruxo. O fogo é assim. Enquanto é pequeno qualquer sopro o apaga. Mas depois de crescido pode devorar florestas e cidades.
- Então o fogo é pior que a Raia? - Perguntou a Menina.
- É conforme. Enquanto o fogo é pequeno e tem juízo é o maior amigo do homem: aquece-o no Inverno, cozinha-lhe a comida, alumia-o durante a noite. Mas quando o fogo cresce de mais, zanga-se, enlouquece e fica mais ávido, mais cruel e mais perigoso que todos os animais ferozes.
[...]
(Sophia de Mello Breyner)

Porque este devia ser um livro de leitura obrigatória a todas as crianças...

13/10/2007

Pensamento do dia

Um dos piores defeitos que uma pessoa pode ter e que me desilude imenso é a falta de honestidade e frontalidade!
Quem me conhece bem sabe disso! Só não percebo porque insistem....

12/10/2007

Vou dar música...


Estava em Madrid, finais dos anos 90 e esta música estava na berra...não sei se chegou a ser conhecida cá mas lá foi o exito que o catapultou para a fama. Boas e inesqueciveis recordações que traz esta música!!!

Para vocês, meus amigos...

Mal nos conhecemos
Inauguramos a palavra amigo!
Amigo é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece.
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!
Amigo (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
Amigo é o contrário de inimigo!
Amigo é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado.
É a verdade partilhada, praticada.
Amigo é a solidão derrotada!
Amigo é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
Amigo vai ser, é já uma grande festa!
(Alexandre O'Neil)

Porque devemos saber dar valor ao que temos e a quem temos :)

11/10/2007


Talvez volte mais logo...

10/10/2007

Resposta ao Mochito....com direito a T.P.C.


Fui desafiada à dias pelo meu querido amigo Mocho para o desafio do livro. embora já tenha respondido uma vez a este desafio, resolvi aceitar o repto pois o livro mudou e a resposta será diferente.Desta Vez a 5ª frase completa da página 161 do livro que estou a ler é ....não é! pois o livro que estou a ler apena tem 83 páginas!!!! Tenho duas opções, ou deixo em branco ou então retiro o 1 e fico com a página 61, essa sim ainda a tenho no meu livro. Aqui vai:
Outro, um novo hoje.

Extensa que é a frase já viram? hehe... Mas se se concentrarem nela poderão ver que é uma frase com uma versatilidade enorme pois serve para várias ocasiões. e como estamos em tempo de aulas, esta semana temos uns TPC's surpresa, que consistem em ver a vossa imaginação a enquadrar esta frase em diferentes contextos.
Como sempre um TPC bastante fácil e acessível :)

E agora ...mãos a obra que quero ver a vossa imaginação!!!

No fim eu direi qual o livro e o contexto em que esta frase foi escrita.

09/10/2007





Um óptimo dia para todos... :)

08/10/2007

Prémios...tempo de agradecer e de nomear!!! Parte II

Esta semana começo com o ego lá em cima...hehe aqui vai mais um prémio desta vez atribuído pelo Marco !!

"A amizade e a solidariedade na blogosfera são algo de muito profundo e de muito construtivo que temos que desenvolver. Criam-se representações de pessoas que não conhecemos mas que nos deixam o melhor do seu sentir enriquecendo um espaço de debate com as suas visões e as suas críticas. As diferenças de opinião têm sido respeitadas e, não raras vezes, tenho reflectido e corrigido algumas posições.Nada tem valor se não for lido e partilhado. E porque os visitantes são o que de melhor há, criei este prémio de visitante, que é mais alargado que os outros em termos numéricos mas que , mesmo assim, não contempla todos os que merecem. " Palavras da Silêncio Culpado

Marco, muito obrigada por tal distinção que não sei se serei merecedora mas que, apesar da baba toda que me cai neste momento, me apresso a recolher :))
Quanto aos nomeados, claro que tu já o és, aqui ficam os meus visitantes de estimação:
Maria p
GI
Mochito
Guacharela
Caracolinha
Luis
Graça
Jotabê
Poria mais ...mas não vou pôr pois isto de andar a faxzer links dá uma trabalheira enorme e eu tenho de trabalhar!!!!!

Prémios...tempo de agradecer e de nomear!!!

Fui premiada pela querida mariatuché do Me com po prémio Blog solidário. querida Maria mil obrigadas por tal distinção. E agora dizem as regras que tenho de nomear outros 7 que nomeio por , cada um da sua forma, ser uma pessoa soliária. Mais haveriam mas desta vez deixo estes:

CONDIÇÕES ORIGINAIS Prémio Blog Solidário criado por "Bohemia Mar"

"Existen muchos premios y galardones con prestigio y solera a lo largo del planeta que se otorgan a personas que hayan resaltado por alguna técnica o actividad.Siguiendo la moda de los premios blogger en la blogosfera, he tenido la idea de hacer uno dedicado a los blogs que destacan o han destacado en alguna ocasión por su solidaridad con los demás, tanto a nivel general como individual. Creo que se merecen una especial distinción y debemos demostrarles nuestro agradecimiento y cariño en este mundo en el que corre mucho egoísmo e indiferencia.Además, gracias a estos blogs solidarios podemos promocionar una vez más la blogosfera.Las condiciones para otorgarlo son las siguientes:

1º Escribir un post mostrando el PREMIO y citar el nombre del blog que te lo regala y enlazarlo al post que te nombra. (De esta manera se podrá seguir la cadena).

2º Elegir un mínimo de 7 blogs que creas que se han destacado alguna vez por ayudar, apoyar y compartir. Poner sus nombres y los enlaces a ellos. (Avisarles).

3º Opcional. Exhibir el PREMIO con orgullo en tu blog haciendo enlace al post que escribes sobre él y lo otorgas a otros.


Boa Semana!

Não antecipes a tristeza
de morrer: não queiras muito
às lágrimas: consola-te
bebendo-as. E sê grato ao dia
em que, vivo, as tragaste.

(António Osório)

Porque andamos cá para sermos felizes :)

07/10/2007


Sinto que hoje novamente embarco
Para as grandes aventuras,
Passam no ar palavras obscuras
E o meu desejo canta --- por isso marco
Nos meus sentidos a imagem desta hora.

Sonoro e profundo
Aquele mundo
Que eu sonhara e perdera
Espera
O peso dos meus gestos.

E dormem mil gestos nos meus dedos.

Desligadas dos círculos funestos
Das mentiras alheias,
Finalmente solitárias,
As minhas mãos estão cheias
De expectativa e de segredos
Como os negros arvoredos
Que baloiçam na noite murmurando.

Ao longe por mim oiço chamando
A voz das coisas que eu sei amar.

E de novo caminho para o mar.
(Sophia de Mello Breyner)


Porque hoje novamente caminho de encontro ao mar , que é o meu local de purgas e sentires...
Bom domingo para todos!

06/10/2007

E o T.P.C. desta semana é...

Definam sucintamente o que é para vocês amar alguém.

Parece complicado mas acho que até é muito simples :))



05/10/2007

pois...neste país pode fazer-se o que se quer!!!

Depois de saber aqui que uma criatura pode exercer 20 anos de psiquiatria e só leva 22 meses de prisão com pena suspensa por igual período está tudo dito!!!

E isto porque ficaram provados o crime de usurpação de funções, o furto de vinhetas e a falsificação de documentos...


Imagino se não tivessem conseguido provar essa parte...o homem saía em liberdade !

04/10/2007

Bom fim-de-semana!


Toca a aproveitar bem esse fim-de-semana!! Eu tenciono fazê-lo da melhor forma :)

FREE BURMA

Free Burma!

“Please use your liberty to promote ours.”
Daw Aung San Suu Kyi

Porque nos devemos mostrar solidários e participar em protestos para defesas dos direitos humanos

03/10/2007

O Egoísmo


O egoísmo é o hábito ou a atitude de uma pessoa colocar seus interesses, opiniões, desejos, necessidades em primeiro lugar, em detrimento (ou não) do ambiente e das demais pessoas com que se relaciona. Neste sentido, é o antónimo de altruísmo.

Egoísmo talvez seja o sentimento mais globalmente presente na sociedade do nosso mundo moderno. Mais do que um sentimento passou a ser uma forma de estar que é praticada desde o indivíduo até ao país. Vejamos a atitude egoísta dos EUA na questão de Kioto, vejamos o egoísmo do vizinho do lado que estaciona o carro no meio de dois lugares sem sequer se preocupar que poderiam ali estacionar dois carros.

É certo que temos de conviver com o egoísmo diáriamente. Mas devemos saber apartamo-nos dessa forma de estar, pelo menos eu penso assim, mesmo que por causa disso seja considerada uma ave rara. Claro que também tenho os meus egoísmos, como todos temos. Mas tento acima de tudo não me limitar a não fazer aquilo que não gostaria que me fizessem a mim, e pensar o contrário, fazer aos outros aquilo que gostaria que me fizessem.

Parece confuso mas não é. O primeiro caso restringe-se á anulação de determinada atitude, o segundo vai um bocado mais além pois leva-nos a ter uma atitude interventiva.

No amor por exemplo lembro-me de uma frase do meu pai quando lhe disse que ia casar. Disse-me que amar a outra pessoa é saber fazer um sacrífício pelo outro e ter prazer nisso ao pensar na satisfação que irá causar. Simples o conceito mas de aplicação complicada numa sociedade voltada para o seu umbigo.

Já repararam que nos é, por exemplo, muito mais fácil dar uma ajuda monetária do que dar o nosso tempo como forma de ajuda?

É um acto quase heróico teimarmos em não sermos egoístas, mas eu ainda vou tentando (muitas vezes não consigo mesmo...lol).

Estarão a perguntar-se qual a razão destas palavras...é simples li à momentos a seguinte frase que no dia de hoje fez para mim muito sentido:

"Diz-se que o egoísmo não sabe amar, mas também não sabe deixar-se amar."
(Astolphe de Custine)

Direitos Humanos na Birmânia

O movimento internacional de bloggers de apoio à campanha Free Burma/Birmânia/Myanmar (International Bloggers' Day for Burma on the 4th of October) está a recolher adesões e a pedir a todos que nos seus blogs, amanhã dia 4 de Outubro, seja inserido um texto apelando-se à liberdade e ao respeito pelos direitos humanos em Myanmar.
O Pensamentos não ficou insensível a este apelo e registou-se com o nº 2760. A todos aqueles que queiram aderir a este movimento, as inscrições e informações necessárias podem ser aqui recolhidas.

O que está em causa (via Wikipedia):
identificada como sendo de racole

"Uma série de protestos antigovernamentais iniciou-se em Myanmar (antiga Birmânia) em 15 de agosto de 2007, final do verão de 2007, por todo o país, contra a degradação da economia e a situação difícil. Devido a participação de inúmeros monges budistas com suas tradicionais vestes nas manifestações, alguns repórteres se referem aos protestos como "Revolução Amarelo-Laranja" Myanmar, que é um dos mais pobres países asiáticos, cortou subsídios aos combustíveis, o que causou a paralisia do fraco sistema económico. A polícia reprime as manifestações pacíficas de maneira extremamente beligerante. Vários mortos e centenas de prisões é o saldo de uma das políticas mais repressivas dos últimos anos ao redor do mundo."

E ainda (Reuters, via Yahoo!Notícias):
Seg, 24 Set, 06h09
Por Aung Hla Tun

"YANGON (Reuters) - Dezenas de milhares de pessoas se juntaram na segunda-feira à passeata de monges budistas na antiga capital de Myanmar, na maior manifestação contra o regime militar do país desde a violenta repressão a protestos estudantis quase 20 anos atrás.
"Estou muito empolgada e, francamente, estou preocupada também", disse uma professora ao ver a concentração da oposição à junta militar que há 45 anos governa este país de 53 milhões de habitantes, no Sudeste Asiático.
Uma fonte do governo norte-americano disse que o presidente George W. Bush deve anunciar novas sanções ao regime da antiga Birmânia e defender mudanças no país durante seu discurso de terça-feira na ONU.
A União Européia pediu à junta militar birmanesa que demonstre "a máxima moderação" com as manifestações. "Esperamos que o regime use esta oportunidade para lançar um processo de real reforma política", disse uma porta-voz de Javier Solana, chefe da política externa da UE.
Houve protestos em outros lugares de Myanmar. Em Sittwe, cidade de 100 mil habitantes, moradores disseram que era como se toda a população tivesse saído às ruas com os monges. "Nunca vi tamanha multidão na vida", afirmou um morador.
Em Mandalay, 10 mil pessoas, a maioria monges, tomaram as ruas. Houve uma passeata também em Bago, um pouco ao norte de Yangon, maior cidade do país.
A junta militar ainda não se pronunciou desde o início do protesto dos monges, há seis dias, mas ameaça processá-los.
O general Thura Myint Maung, ministro de Assuntos Religiosos, disse a dirigentes do Conselho Estatal dos Monges, segundo uma rádio estatal, que os protestos foram organizados por "elementos destrutivos que não querem ver a paz, a estabilidade e o progresso no país."
Antes, cinco colunas de monges com túnicas marrons, uma delas ocupando mais de um quilômetro, rumou do pagode Shwedagon, principal templo budista do país, até o centro da cidade, onde milhares de pessoas lotavam cinco quarteirões.
Stephen Hadley, assessor de Segurança Nacional da Casa Branca, disse que, além de novas sanções, o governo Bush "vai anunciar uma proibição de vistos a indivíduos-chave ligados às atividades negativas do regime, inclusive seus familiares."
A direcção da ONU divulgou nota pedindo ao governo birmanês que aja com moderação e elogiando o caráter pacífico das manifestações. O secretário-geral Ban Ki-moon pediu à Junta Militar que "aproveite esta oportunidade para se engajar sem demora em um diálogo com todas as partes relevantes para o processo de reconciliação nacional", segundo a nota.