08/07/2008

Momentos...


Ontem ao chegar a casa ao fim do dia veio de um dos apartamentos do rés-do-chão um cheiro irresistível a bolo acabado de fazer.
Nem imaginam o esforço que tive de fazer para não tocar à porta e pedir uma fatia :P
Pergunto-me se não será isto por ter resolvido fazer uma dietazita para compensar os últimos dias...


18 comentários:

Patti disse...

Sua desgovernada! Já não lhe bastou aquele prato cheio de..., cheio de...., cheio de TUDO?

paulofski disse...

Olha que sorte! Do apartamento de baixo só vem mesmo é um cheiro a tabaco e a um incenso horrível.

ka disse...

Patti,

ó mulhériiiiii então eu nem toquei á campaínha...limitei-me a suspirar e a entrar resignadamente no elevador e tu dizes-me que sou uma desgovernada?!?!?!

ka disse...

Paulofski,

Este aroma era mesmo no rés-do-chão...lol

Mas podemos falar sobre vizinhanças....se bem que eu não tenho esse cheiro horrível a incenso e tabaco, tenho um louco de um vizinho que faz uma barulheira no andar de cima...tu nem imaginas!
E os que grunhem em vez de dizer boa tarde?...looool

diz lá que das melhores vizinhas que tens é dois prédios á frente....hehehe

FM disse...

Então não foste tocar à campaínha?!? Com sorte ainda ganhavas uma taça de champanhe... (risos)
Beijos com Essências.

Olá!! disse...

Não me digas que andas a cair em tentação, sua gulosaaaaaaaaa :)))
Beijossssssssssss

LeniB disse...

Estou mais ao menos com o Paulo!! É que no r/c do meu prédio há uma esteticista: o aroma é mais a cera depilatória!!! Tens mesmo sorte!!
Eu se fosse a ti tinha batido à porta, com uma desculpa esfarrapada e no meio da conversa, como-quem-não-quer-a-coisa, dizia inocentemente: Ah! cheira tão bem! É bolo, não é???
lol
bjs

jasmimdomeuquintal disse...

OH! mulher tu mete mãos à obra e faz um bolinho de limão. Este fim de semana fiz um. Daqueles simples, só ovos, farinha, açucar, sumo e raspa de limão. nada sofisticado. Que saudades!
Mas se passares á minha porta e te cheirar a bolo, bate que eu partilho uma fatia contigo.

Maria P. disse...

Bolos?! Alguém falou em bolos?! Não...pois...estou de saida...

Beijoca:)

KNOPPIX disse...

Tens toda a razão, querida Ka, porque é que tudo que é bom ou faz mal ou engorda?

Penso isso no Verão, quando ao almoço opto por saladas frescas e na mesa ao lado vejo alguém regalar-se com uma bela francesinha :p

Beijocas e tem um bom dia

ines disse...

ainda bem que eu não estou aí... coitado da vizinha tinha que fazer outro bolo!

(ò vizinha, tem uma chicara de açucar que me empreste? Cheira a bolo... se não fôr abuso, uma fatia...)

Ka disse...

Francisco,

Tu nem imaginas o esforço que eu fiz...loool

Beijinhos

Ka disse...

Olá!!!

Caí pois...em tua casa...ahahah
(aqueles amendoins e o fino deram cabo do meu 1º dia de dieta....lol)

beijosssss

Ka disse...

Lenib,

E a tua vizinha não faz uns descontos ? loool


Beijossss

Ka disse...

Jasmim,

Mas eeu estou de dieta amiga...lol
tapo os olhos o nariz, a boca, amarro as mãos na vã tentativa de não cair em tentação :P

Beijossss

Jotabê disse...

Bem te podes enfiar de cabeça numa ‘dietazinha’, melhor seria numa ‘dietazona’, depois daquele alambazamento no ‘etc’

Não és a primeira pessoa a referir que está a fazer dieta, nesta altura proliferam como erva daninha por aí, por causa da temporada de parai que se avizinha, as roupas parcas que vão mostrando as curvas exageradas.

Ouvi numa ocasião um nutricionista numa entrevista dizer que as dietas devem ser planeadas à distância de um ano, portanto o melhor seria iniciar uma dieta no final do verão para obter resultados no verão do ano seguinte. Faz algum sentido, perder quilos em poucas semanas para caber num biquini parece que faz mal.

Parece também que a maioria das pessoas só pensa nisto quando muda a hora de Inverno para a de verão, e depois só mesmo com maldades ao organismo se conseguem resultados
E depois nesta horas, ao que parece ficamos mais sensíveis ao objecto de privação, a comida é claro, lembro-me há uns anos atrás numa operação ao apêndice que fiz e que correu um bocadinho mal, tive de permanecer durante umas semanas em dieta rigorosa à base de líquidos e frutas. Só te digo que as pessoas com que me cruzava já as achava todas com cara de frango no churrasco e de dourada grelhada. Um martírio.

Acho que foi a partir dessa altura que a minha cultura alimentar se alterou do ‘viver para comer’, para o ‘comer para viver’ e nunca mais me preocupei em aumentar ou a intensidade ou o ritmo dos treinos que fazia para desgastar o alarvamento que eram as minhas refeições.

Enfim amiga, desejo-te essencialmente equilíbrio emocional para resistires às tentações dos aromas e das visões a que as dietas te vão sujeitar

beijocas

:)

Jotabê disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pitanga Doce disse...

Ah, mas eu sei tão bem o que isso é. Havia uma senhora no meu rés do chão que fazia aos domingos um feijão branco com chouriça que cheirava a um quarteirão de distância. Mas eu me continha. Afinal o que ela havia de dizer da brasileira se ela lhe batesse a porta?? hehe