08/07/2008

secreta viagem

No barco sem ninguém ,anónimo e vazio,
ficámos nós os dois ,parados ,de mão dada ...
Como podem só os dois governar um navio?
Melhor é desistir e não fazermos nada!
Sem um gesto sequer, de súbito esculpidos,
tornamo-nos reais,e de maneira,à proa...
Que figuras de lenda!Olhos vagos,perdidos...
Por entre nossas mâos , o verde mar se escoa...
Aparentes senhores de um barco abandonado,
nós olhamos,sem ver,a longínqua miragem...
Aonde iremos ter?- Com frutos e pecado,
se justifica, enflora, a secreta viagem!
Agora sei que és tu quem me fora indicada.
O resto passa ,passa...alheio aos meus sentidos.
-Desfeitos num rochedo ou salvos na ensseada,
a eternidade é nossa ,em madeira esculpidos!
David Mourão-Ferreira

Porque...há muito tempo que não punha nada dele aqui :)

17 comentários:

Belzebu disse...

Mas nunca é tarde e muito mais quando se trata de David Mourão Ferreira.

Obrigado por este bocadinho! Aquele abraço infernal!

mjf disse...

Olá!
Um momento belo e sensivel...
Obrigada

Beijocas

Paulo Tomás Neves disse...

David Mourão-Ferreira é um dos meus escritores preferidos, a poesia dele acompanha-me muitas vezes (com ou sem a voz da Amália). Este poema, como aliás os restantes do livro a que o poema dá título, é um dos que está presente, tal como este:

A secreta viagem foi aquela
por entre estrelas verdes esboçadas...

Chamei, a a cada fruto, verde estrela.
Tombei, ébrio de estrelas, sobre a estrada...


Beijinhos

Ka disse...

Belzebu,

Nunca é tarde mas já tardava :P

Beijinhos

ps - sempre recebeste o meu mail acerca do João Maria? Nunca sei qual o teu pois tenho 2 pessoas com o mesmo nome...lol

Ka disse...

Mjf,

Ainda bem que gostaste :)
Por vezes também é preciso...

Beijocas e um excelente dia!

Ka disse...

Paulo,

Bons olhos o leiam por aqui :)

Ainda bem que gostou.
DMF é dos poetas que ainda estou a descobrir, e quanto mais descubro mais gosto :)
Quanto às músicas, eu nem me atrevo a competir com a sua mestria em escolhê-las.:P
O post que tem no Al-jibaira em que junta dos dois está fantástico. Eu que nem sou muito de fados adoro aquele qe lá pôs :)

Beijinhos e um excelente dia

Sunshine disse...

Olá Ka!! Boa tarde!!

Engraçado, também me guio muito pelas mãos, pela maneira como se comunicam ou como se escondem, revelam mt da pessoa com quem estamos a falar.

As tuas foram muito simpáticas comigo no "combibio" :))

Gostei do teu post, pese embora ultimamente não tenha tido oportunidade de ler DVM, tenho de estar mais atenta aos livros que escolho, ando um pouco dispersa nas leituras.

Bjs e um resto de dia agradável

PS: Gostaria de colocar a roda do João Maria lá no Sunshine, diz-me como o faço. Obrigado. + Bjinhos

Patti disse...

Tenho na mesa de cabeceira: Portugal A Terra e o Homem. Um antologia escrita por ele de vários escritores portugueses e não me canso de a consultar.

paulofski disse...

Bonita escolha Ka, desta forma vamos-nos lembrando dos nossos escritores, falo por mim com é evidente.

Beijinho.

ka disse...

Sunshine,

As minhas foram? Não dei conta :)

Quanto a DMF foi uma das minhas descobertas cibernéticas pois livros em papel dele ainda não comprei (acho que devia ter um subsídio do Estado para me poder cultiver decentemente...lol)

Beijinhos e resto de um excelente dia

ps - Manda-me mail com que eu te envio tudo por mail.

ka disse...

Patti,

Sendo dele será uma boa escolha com toda a certeza :)

Beijinhosss

ka disse...

Paulofski,

É verdade é, e também os damos a conhecer pelo blog. Olha de alguns poetas portugueses foi assim que os conheci...a lê-los noutros blogs, gostei e depois fui investigar!

Beijinhosss

Olá!! disse...

:)))
Beijinhos e obrigada por ontem

LeniB disse...

Belíssima escolha, Ka!
é-me difícil afirmar, nunca consegui, aliás, que prefiro DMF a E. de Andrade, a António Reis, a António Ramos Rosa, a Alexandre O'Neil...e fico por aqui!!!
cada poema é único...gosto especialmente do "soneto do cativo"
bjsssssssss

Ka disse...

Olá,

Eu é que agradeco :)
Vocês são uma simpatia a receber, tive pena de estar com pressa :)

Beijossss

Ka disse...

Lenib,

O soneto do cativo foi um dos primeiros poemas que li dele e é um dos favoritos a par com o soneto do amor difícil :)

Beijossss

ps - Quanto a preferências eu adoro EA, SMB, MTH, etc....e quanto mais vou conhecendo a poesia mais vou gostando!!!

KNOPPIX disse...

E fizeste tu muito bem, apoesia fica sempre bem e a do David é linda :)

Beijocas em soneto