23/01/2009

Há filmes que...



Esta é a história invulgar de um homem que nasce com 80 anos e regride na sua idade; um homem que, como qualquer um de nós, é incapaz de parar o tempo. Durante a sua invulgar viagem, conhecemos as pessoas e os lugares que Benjamin descobre ao longo do seu caminho, dos seus amores, alegrias da vida e da tristeza da morte, e daquilo que dura para além do tempo. sinopse

... nos marcam e estou certa que este é um deles. É um filme em que ficamos a pensar depois de saídos da sala de cinema e sobre o qual ficamos com vontade de reflectir e dizer aos outros para irem ver.


Benjamin Button (Brad Pitt) cruza-se em sentido inverso com Daisy (Cate Blanchett) e os dois assistem á vida um do outro com os encontros e desencontros próprios de quem está em diferentes etapas da vida, com todas as consequências que daí advêm. Tenho uma enorme vontade de falar do filme e da história mas não o farei para não retirar a piada ao filme. Falarei apenas de tudo que torna este, um grande filme. De cada vez que vejo Brad Pitt a representar, lembro-me que é injusto o papel de menino bonito que lhe é atribuído sem fazerem jus ao grande actor que ele é! Não direi que ganhe o oscar de melhor actor, mas a sua repesentação, num papel aparentemente simples mas na realidade complexo é fantástica. Cate Blanchett Está igualmente muito bem. A fotografia é muito boa e a caracterização excepcional. A banda sonora é muito boa (dos filmes visto até agra só de A Troca lhe fica à frente) e é a música que toca neste momento.

Este excelente filme leva-nos a pensar na vida em si e no que podemos fazer dela, na solidão, no amor, nos caminhos seguidos e nos passos atrás...mas acima de tudo na nossa postura perante a vida.
Aconselho vivamente este filme!

31 comentários:

paulofski disse...

Ka eu ainda não vi o filme portanto não poderei opinar sobre a sua qualidade, no entanto pelo que tenho lido e visto sobre este curioso caso, o argumento é fenomenal, o maior medo do ser humano é morrer, temer o último momento, sentir que ele está perto, olhar-se ao espelho e perceber que os anos passaram. Que não há volta atrás.

Numa música dos Queen “Moter Love” do álbum “Made in Heaven” Freddy Mercury canta o seguinte:

“Eu não quero estar no mundo exterior sem vida
Eu não quero pena,
Apenas um lugar escuro para me esconder
Mãe, por favor, deixa-me voltar aí para dentro”

No fundo é o que muitos de nós gostariam de ser, viver a vida de trás para a frente, rejuvenescer, deixar a morte e encontrar a essência de cada um.

Beijo

Gi disse...

Alturas há em que a 7ª arte é um marasmo depois, de repente, chegam vários filmes de grande qualidade e não há mãos a medir.

lilipat2008 disse...

Já vi e adorei...:)

bjitos

Si disse...

Ora aqui está uma belíssima sugestão para um fim de semana chuvoso, ventoso e tenebroso.....acho que vou nessa!
Beijinhos e obrigada pela sugestão!

Kok disse...

Neste momento são tantos os filmes que "são filmes de ver"...
Há momentos em que a variedade chateia, por oposição a um vazio anterior.
Vou, certamente, ver alguns...
Quanto ao que referes sobre o B.Pitt, é correcto. O gajo sabe mesmo da poda e também tem trabalhado com outros muito bons! Mas os tabloids "camones" vendem-se por relatarem incidentes menores. Não por mostrarem talentos.
Beijossss

Graça Pimentel disse...

Ainda não vi este filme. Vi "A Troca" e "Austrália" e gostei muito de ambos. Vamos a ver se na semana que aí vem arranjo vez para este...
Tudo bem contigo? Continuo à espera do "cardápio"...

beijo amigo

Safira disse...

Está na lista. Este e mais os 36 que entretanto já deixei sair de sala, e os outros 6 ou 7 que estão em sala e que não vou ter tempo de ver.
Raios!
Beijinhos

sa morais disse...

Já me falaram e já o trailer. Fiquei curioso, apesar de não poder ir ao cinema...

Jinhos

Olá!! disse...

Não vi, não sei se terei tempo de ir ver, mas sei que um dia verei nem que seja em casa.
Agora.... não pondo em causa o argumento, que seria de nós acabar em espermatozoíde??? hummmmm estou a divagar :)
Beijossssssssssssss

Gata Verde disse...

É muito bom!
Saí do cinema com vontade de continuar a chorar...e chorei.
Vim a pensar em todas as frases ditas cheias de sentido...
Venha de lá o oscar para melhor filme de 2009.

beijos

Vekiki disse...

Estou como a Gi - há tantos filmes agora que eu gostaria de ver...mas a falta de tempo e de €s para o cineminha obrigam-me, provavelmente, a esperar por lançamentos em DVD! Quem espera sempre alcança :)

pedro oliveira disse...

Está registada a sugestão.
bjs

Eduardo Ramos disse...

... Sabes Ka!?
Vou ver e tentar dar a opinião contrária!
Se resultar vamos criar um debate sobre isso.
:D

O pior é se gosto. :\

A musica do teu blog. Maravilha! ;)

Ka disse...

Paulofski,

Sem querer falar muio do filme apercebes-te que seja em que sentido fôr é sempre um bocadinho angustiante caminharmos para o fim.

Beijoss

Ka disse...

Gi,

Esta é a altura de Ouro para ir ao cinema :)

Beijosss

Ka disse...

Lilipat2008,

É fantástico não é?
Hoje se o meu pescoço me deixar vou ver outro que suspeito ser muito bom!

Beijosss

Ka disse...

Si,

Há tantos e tão bons que eu por mim ia dia sim dia sim :P

Beijosss

Ka disse...

Kok,

O mais engraçado é que se passa o mesmo com a mulher dele, a Angelina Jolie, que representa magistralmente no filme A troca. Vai ver pois vale a pena :)

Beijocas

Ka disse...

Graça!!!!

Ai amiga esqueci-me completamente de to enviar a ti mas vai já de seguida!!!

Õ Austrália ainda não vi mas A Troca vi e adorei :)

Temos de combinar um almocito!!!

Beijinhosss

Ka disse...

Safira,

pois...ficas a dar assistência aos programadores e quase perdes os filmes!!! :P

Beijocas

Ka disse...

Olá!!,

Pois...em espermatozóide também não gostaria ...looooooool


Beijoca

Ka disse...

Gata,

E o início???? Uma pessoa fica logo ali decoração apaertado não é?

Beijossss

Ka disse...

VERA,

TAmbém é bom ver em casa no conforto do sofá :)

Beijos

Safira disse...

Fogo, e olha que o Javier Bardem ao pé do programador é um Apolo! (eu acho o Bardem a modos que badalhoco, mas por comparação até lhe afinfava um chocho!)
;)
Beijos

Ka disse...

Safirita,

Acho que para a tua sanidade mental é melhor não ires ver este filme pois o "Brado" (que quanto a mim não é nenhum badalhoco) a certa altura está de cair para o lado! E olha que ele não faz o meu género :P

Beijoss

Safira disse...

Tens de me dizer onde é o teu caixote do lixo!!
Eu desde que vi as lendas de paixão rendi-me à evidência que o homem é de facto lindo de morrer.
Contudo, percebo o que dizes: também não faz o meu género (se é que isso dos géneros é assim tão linear quanto gostamos de pensar ;))
Beijos

Ka disse...

Safira,

O meu caixote do lixo não é de se deitar fora :P

Beijoss

Safira disse...

e tens saquinhos para levar para a reciclagem? Faço-te esse favor de bom grado!

hahahahahaha
Beijos, tenho de trabalhar. 'ó senão' vou morar contigo e terás de sustentar-me qdo o patrão me despedir!

Ka disse...

Safira,

Mas isso era simples :)
Eu punha-te a render na rua Stªa Catarina, onde poderias versejar a troco de umas moeditas...acredita que ao fim do mês o teu bolso estava mais recheado :P (isto para não contar estares na mui nobre e invicta cidade do Porto)

Beijosss

Safira disse...

Ufa, por momentos assustaste-me. É a versejar que bou render. Menos mal, que não tenho de investir em rendas badalhocas ;)
hahahhahaha

(o teu blogue hoje vai ser censurado, palpita-me...;))

Ka disse...

Safira,

Já tive aqui o googlebot a ver-me o blog hoje (dont ask...) mas escreves mais uma vez a palavra badalhoca e passo a ter o aviso de conteúdos censurados :P loloool