24/05/2007

Pudesse Eu

Pudesse eu não ter laços nem limites
Ó vida de mil faces transbordantes
Para poder responder aos teus convites
Suspensos na surpresa dos instantes!

(Sophia de Mello Breyner Andreson)

Porque ...pudesse eu :)

8 comentários:

Entre linhas... disse...

Cada instante é uma etapa sem limites...suspensos pelo próprio tempo.
Bom fim de semana.
Bjs Zita

KA disse...

Zita,

Agora deixaste-me a pensar...:)

Beijinho

Luís Galego disse...

Pudesse eu...ir ao Porto!!!

João Cordeiro disse...

E o Porto aqui tão perto...


Beijinhos sonhadores

Anónimo disse...

O limite do outro, dissolve o meu.

DM.

KA disse...

Luis,

Pudesses tu e fazias muito bem...lol

Suspeito que não vens á invicta há uns largos tempos...e é uma falha gravíssima!!!

São só 300 km e para quem está em Lisboa parecem 3000.

Beijinho

KA disse...

João,

Pergunto-te o mesmo que ao Luis...

Beijinho :)

KA disse...

DM,

Benvindo(a) ao Bdk!

Era bom se eu pensasse assim...lol

volte sempre :)